Decorreu, no dia 22 de julho a abertura oficial da primeira fase do Parque Urbano da Encosta de Santo António dos Cavaleiros (PUESAC), com cerca de 2,4 hectares de zona verde e de lazer, que ocupam a área envolvente ao Centro de Saúde.

Este novo espaço começou a ser utilizado logo pela manhã com a dinamização de aulas de Boot Camp e Cross Fit. E, ao início da tarde, a equipa de animação das bibliotecas municipais reuniu as crianças para a hora do conto, e cerca das 15h30, teve início a cerimónia oficial de abertura do PUESAC, com o vereador Tiago Matias, responsável pela área do ambiente na Câmara Municipal de Loures, agradecer a todos técnicos municipais e entidades que estiveram envolvidas neste projeto e que o tornaram possível.

“Esta é a primeira fase do projeto, com cerca de 2,4 hectares, e tem desde já os elementos mínimos para que possamos fruir, nomeadamente os caminhos, as escadas mínimas e essenciais, e ainda colocados equipamentos geriátricos. Procurámos criar um espaço que recupere antigo uso do solo, com os pomares e olivais que aqui existiram em tempos, de baixa manutenção e, por isso, ambientalmente sustentável”, explicou Tiago Matias, acrescentando que esta intervenção pretendeu também “reforçar a estrutura verde municipal, aumentando a biodiversidade, protegendo o solo e, naturalmente, aumentando o sequestro de CO2”.

O presidente da Câmara Municipal de Loures, Bernardino Soares, complementou as palavras do vereador, referindo que gostaria que os parques urbanos e os espaços verdes fossem também uma marca do concelho.

“Queremos que os parques urbanos aumentem, na sua dimensão e qualidade, e que sejam cada vez mais zonas para serem fruídas pela população, onde as crianças possam brincar, os idosos possam passear com conforto e segurança, e onde todos possam beneficiar do contacto com a natureza. Por isso, esperamos que este parque seja muito usado por todos, e que seja uma mais-valia muito grande no nosso concelho e na freguesia de Santo António dos Cavaleiros” concluiu o autarca.

O vereador Tiago Matias conduziu Bernardino Soares numa pequena visita ao novo Parque Urbano da Encosta de Santo António dos Cavaleiros, acompanhados pelo vice-presidente da Autarquia, Paulo Piteira, pelas vereadoras Maria Eugénia Coelho e Sónia Paixão, pela presidente da Assembleia Municipal, Fernanda Santos, e ainda pela presidente da União das Freguesias de Santo António dos Cavaleiros e Frielas, Glória Trindade.

Ao longo de todo o dia as crianças puderam brincar nos insufláveis, subir a parede de escalada e participar em jogos de grupo dinamizados pela Azimute Radical, bem como participar nas atividades promovidas pelo Agrupamento 495 dos Escuteiros de Santo António dos Cavaleiros.

Recorde-se que o PUESAC é um espaço ambientalmente sustentável, em que foram privilegiadas soluções que recuperam o antigo uso do solo, promovendo a requalificação do coberto vegetal e também a melhoria do ambiente. Foram plantadas 21 espécies de árvores e arbustos, num total de 364 exemplares, com o objetivo de aumentar os níveis de biodiversidade, proteger o solo e reduzir os riscos de erosão hídrica, de incêndio e de cheias.

 

Fonte: cm-loures.pt

Rita Redshoes, a cantar em “casa”, fechou a primeira noite das Festas de Loures. Passavam poucos minutos das 23 horas, quando, de calças pretas e blusa de lantejoulas, lançou o primeiro “boa noite”, acompanhada por um quarteto de cordas, com dois violinos, viola e violoncelo, ao qual se juntam Nuno Lucas, no baixo, e Rui Freire, na bateria, dois dos músicos que habitualmente acompanham Rita Redshoes ao vivo.

O concerto contou com a apresentação de algumas das músicas do seu mais recente álbum, “Her”, como “Hell, I’m in Love With You”, revisitando ainda memórias de trabalhos mais antigos. O álbum “Golden Era” foi uma revisitação certeira com “Choose Love”, tocado ao piano por Rita Redshoes, a receber muitos aplausos, bem como “Captain of My Soul”, de 2010.

Depois de cantar o tema “Vestido”, música escrita em parceria com Pedro Silva Martins, autor das músicas e letras dos “Deolinda”, Rita Redshoes despediu-se do público da terra que a viu crescer com “Dream On Girl”, tema que deu origem ao seu primeiro álbum.

Desta feita, no Pavilhão Paz e Amizade, as atenções estavam reservadas para Ana Moura que foi recebida por milhares de fãs.

Há mais de um ano que Ana Moura anda a percorrer as melhores salas de espetáculos do Mundo para apresentar “Moura”, disco editado no final de 2015. No dia 21 de julho chegou a vez de Loures receber uma das vozes do fado mais bonitas de Portugal.

A cantora subiu ao palco acompanhada de Francisco Pereira, na guitarra portuguesa, Pedro Soares, na viola fado, André Moreira, no baixo, João Gomes, nas teclas, e Mário Costa, na bateria, tendo presenteado o público com temas como “Moura Encantada”, “Ninharia”, “Caso Arrumado”” ou “Tens os Olhos de Deus”.

Mas foi com “Fado Dançado”, com letra de Miguel Araújo, que o público de Loures começou a interagir com a artista. “Se o fado se canta e chora, também se pode dançar”, disse Ana Moura, bailando e pedindo ao público para fazer o mesmo e acompanhar com palmas.

Antes de interpretar um dos seus hits, “Leva-me aos fados”, fez um aquecimento do refrão com o público: “Vamos ver se essas vozes estão afinadas. Vocês cantam ‘Leva-me aos fados’ e eu canto o resto”, pediu Ana Moura. Momento que fez com que a fadista e o público estivessem pela primeira vez em sintonia.

E sem parar passa para o tão esperado “Dia de Folga”, com que termina a primeira parte do espetáculo, ainda antes de presentear o público com o encore. Já a terminar o concerto, Ana Moura interpreta “Fado Loucura” para depois terminar em apoteose com “Desfado”, um dos temas mais aplaudidos da noite.

Este foi o primeiro de três concertos programados para o Pavilhão Paz e Amizade. Os próximos concertos reservam Tito Paris, a 22 de julho, e Orquestra da Amizade Loures/Seixal, agendado para 23 de julho, sempre às 22 horas.

 

Fonte: cm-loures.pt

Música, exposições, desporto, teatro, street food e muita animação de rua à mistura, são algumas das propostas para este período festivo, que se prolonga durante seis dias, entre 21 e 26 de julho, um pouco por todo o concelho.
No Pavilhão Paz e Amizade, palco principal das Festas, esperam-se, no dia 21 de julho, Ana Moura, e no dia 22, Tito Paris, acompanhado de Dany Silva e Filipa Pais.
O palco do Jardim Major Rosa Bastos, como habitual, estará destinado a diferentes expressões musicais, desde a música étnica, passando pelo folclore, cante alentejano, fado, pop – com destaque para Rita Redshoes, no dia 21 de julho – que têm como objetivo ir ao encontro de uma maior diversidade de públicos. Também aqui decorrerá a Feira Saloia, com a participação de ranchos e grupos etnográficos, de produtores e comerciantes locais.
Já no largo 4 de Outubro, no Palco Jovem, os visitantes terão oportunidade de assistir aos concertos de Jahvai (23 julho), Dead Combo (24 de julho) e Kumpania Algazarra (25 de julho).
Não perca, dia 26 de julho, feriado municipal, as condecorações municipais, cerimónia que pretende homenagear personalidades e entidades que se notabilizaram no desempenho das suas funções e que ajudaram a projetar o nome de Loures a elevados patamares do reconhecimento público.
A entrada é livre. Não falte!

Fonte: cm-loures.pt

Esta é uma iniciativa promovida pelo projeto Eu Amo Sac E6G, com a colaboração de outras associações de Santo António dos Cavaleiros (SAC), incluindo a Junta de Freguesia e que visa dar ênfase ao trabalho dos jovens músicos da nossa comunidade.
“O NOMEADO” pretende juntar uma mostra significativa dos artistas de SAC e fazer uma seleção (“casting”) entre estes para a primeira parte do Festival de final de verão “VibeFest” a realizar a 16 de setembro.

Inscreve-te até 24 de Julho para participares no VIBEFEST – Festival de verão de Santo António dos Cavaleiros.

Consulta toda a info em

http://www.jf-sacf.pt/wp-content/uploads/2017/07/REGULAMENTO-PARA-O-NOMEADO.pdf

Dia 22 de Julho a CM Loures e a AMSAC convidam todos a participar na inauguração do novo Centro Comunitário de Santo António dos Cavaleiros.

A cerimónia inicia às 17h e contará com um momento musical, protagonizado pela Orquestra Ligeira da Academia Sons & Harmonia.

O novo Centro terá dois refeitórios ao serviço do Reguila e do centro de dia, um pavilhão gimnodesportivo, secretaria e dezenas de salas destinadas ao berçário, creche, infantário, ATL, atelier de arte, centro de estudo, ao futsal e à ginástica.