A História da AMSAC

Santo António dos Cavaleiros, surge na década de 60/70, com bonitos prédios mas sem nenhuma estrutura de apoio aos muitos casais que os vieram habitar.

A 30 de Junho de 1970, nasce a Associação de Moradores (AMSAC), por vontade e perseverança de alguns moradores, criando laços de convívio mas sobretudo como pólo de apoio, com a criação de gabinetes jurídicos, de engenharia e arquitectura, como resposta aos problemas que iam surgindo na construção.

A AMSAC, apoiou a segurança do bairro com a contratação de guardas nocturnos, na limpeza e no arranjo com a plantação de muitas árvores que ainda hoje perduram.

A AMSAC, tornou-se o único ponto de apoio da população, na ausência de Junta de Freguesia. Aqui se tratavam de vários assuntos que por nós eram encaminhados para a Câmara Municipal de Loures.

Foi a AMSAC que impulsionou o movimento para a sua implantação.

No plano do ensino, conjuntamente com a Câmara e Ministério da Educação  foi posta a funcionar a Escola Primária.

O seu desenvolvimento acompanhou o desenvolvimento do bairro e assim em 1982, surge o Reguila, com as valências de jardim de Infância e ATL, como resposta às necessidades de muitos pais que se deslocavam para Lisboa para os seus trabalhos. Hoje O Reguila, também já tem a valência de Creche.

Na área da juventude foi feita a aposta no desporto, evitando actos desviantes neste grupo etário. Passados 47 anos, a AMSAC mantém ainda hoje o desporto com 7 equipas de Futsal e uma classe de Ginástica, bem como outras actividades, com muito esforço e abnegação de muitos voluntários que por aqui passaram e outros que ainda hoje se mantêm em regime de voluntariado neste esforço para tudo manter, bem como toda a Direcção.

Em paralelo com o trabalho desenvolvido, sempre foi uma batalha para todas as Direcções, ter instalações condignas para todos.

Hoje, com toda a justiça para a AMSAC, podemos dizer que teremos excelentes instalações, com o Centro Comunitário, um bem para toda a população.